Pratico surf há mais de 20 anos.

Durante este período, sofri alguns episódios de assaduras desagradáveis ​​e dolorosas e feridas na pele causadas pela fricção do fato de Surf.

Na época, a única forma de prevenir uma assadura era usar vaselina para evitar o atrito.

A vaselina é um derivado do petróleo. Para além de danificar o fato de Surf, também não é muito benéfica para Oceanos e Corais, não sendo uma forma sustentável de utilizar os recursos do planeta.

Encontrar algo que protegesse a minha pele das agressões do Surf revelou-se uma tarefa inútil e inglória. Não havia nada!

A ideia ficou esquecida por alguns anos e, quando voltei a surfar, ela surgiu novamente, assim como a malvada assadura do fato de surf.

Agora as preocupações eram um pouco diferentes e, juntamente com todos as ideias do passado, surgiu uma outra preocupação... a Consciência Ambiental.​

Este foi o momento perfeito para procurar uma fórmula que protegesse a minha pele e fosse ao mesmo tempo inócua e segura para o ambiente e para os Oceanos, utilizando apenas ingredientes naturais.

O passo seguinte...

Então... mergulhei no mundo dos ingredientes, óleos e ceras vegetais, fórmulas, testes e combinações e encontrei um creme que poderia usar. Joguei fora os frascos de vaselina e comecei a usar essa nova fórmula em mim mesmo. ÍNCRIVEL!!! Para além de não ficar com assaduras, a minha pele ficava macia e hidratada!

Dei a alguns amigos para usarem e o feedback que recebi foi brutal, e então pensei... E se mais pessoal com o mesmo problema por esse mundo fora também precisar? Por que não colocar este creme nas mãos de todos?

Aqui estamos nós, neste preciso momento a disponibilizar a melhor solução para as assaduras do fato de surf, de surfista para surfistas.

Atualmente uso o creme em quase todas as minhas atividades. Utilizo-o quando ando de bicicleta, quando vou à praia, quando jogo ténis, quando faço caminhadas, etc.

Acostumei-me a levar a lata de alumínio para todo lado. É INDISPENSÁVEL sempre que saio de casa.